A “Lanterna Negra”

05 de Dezembro de 2016

Intriga ver o Nacional em último. É habitual as suas primeiras voltas serem fracas, mas esta situação é mais preocupante pela insuficiência de jogo demonstrada. Tiago Rodrigues e Willyan fazem falta porque, mesmo sem serem craques, não existem outros jogadores como eles no plantel.

O melhor jogar que vi da equipa foi com triângulo no meio-campo (como em Paços) porque foi quando equilibrou melhor o sector intermédio. A indefinição colectiva acaba, naturalmente, por travar a... definição das individualidades. Posição e valor. Como o caso de Hamzaoui, que já passou de 9, segundo avançado ou ala, sem se fixar num espaço que dê referências á equipa.

Buscar um médio ofensivo criativo sem antes solidificar a equipa atrás, faz como que uma adversidade no jogo (sofrer um golo) se torne num problema maior porque, na voragem de ir procurar o empate, a reação ainda a desequilibra mais sem bola. Sucedeu em Moreira.

Não se pode passar tanto tempo com a sensação de que o perigo só pode nascer de um raide de Salvador. Para voltar a atacar bem, nesta fase a equipa tem de, primeiro, passar a... defender melhor. Com o meio-campo.