Calor, Chuva, Futebol!

14 de Novembro de 2016

Tem a escola da “técnica canária” que parece, muitas vezes, amolecer o lado mais competitivo com o calor. Saiu do seu Las Palmas, foi para Sevilha e joga da mesma forma. Vitolo é daqueles jogadores que só imagino a jogar com calor. Desliza com a bola.

Nesta semana de seleções, vê-lo, por fim, a soltar o calor do seu futebol no onze de “passe e posse com rendas” da Espanha, combinando com Silva (cada vez maior protagonista ideológico do jogo coletivo) foi das melhores imagens. Fez 27 anos há poucos dias.

É impressionante só ter oito jogos na seleção mas toda esta década espanhola revolucionou todos os conceitos que se tinha do futebol. Abriu “novos mundos”. Por onde até apareceu um “chico” de 35 anos (quase 36) como ponta-de-lança, Aduriz. Entrou e marcou. Sem calor, vindo da chuva do Pais Basco. De Vitolo a Aduriz, passando por Silva: o “caleidoscópio do fútbol espanhol”