Equipas e estrelas do Moçambola 2016

30 de Maio de 2016

Descubra os goleadores Miquissone e Nelito e como jogam LD Maputo e a UD Songo.
É o MOÇAMBOLA 2016, o campeonato Moçambicano, emocionante no novo figurino de 16 equipes.
Os tradicionais candidatos aos titulos, Costa do Sol, Desportivo, Maxaquene, Ferroviario de Maputo e Ferroviario da Beira, não conseguem se destacar nos lugares da frente, por força do investimento feito e resultados conseguidos pela Liga Desportiva, HCB e ENH, que ocupam os três primeiros lugares da classificação.


Por Antonio Fumo - Analista e Comentador de Futebol na TIM ( Televisão Independente de Moçambique )

moçambola2

Liga Desportiva de Maputo e a União Desportiva de Songo

São duas equipes que tem um poder de aceleração muito forte, tendo em conta as caracteristicas dos dos jogadores.
A Liga Desportiva faz passar muito o seu jogo do experiente capitão Momed Haji, um trinco que assume e faz um trabalho completo da posição, por vezes na companhia do Zimbabweano Liberty jogador de muita mobilidade, pensador que completa a ocupação dos espaços no meio campo, obrigando sempre os medios alas Telinho na esquerda e Dainho na direita a explorar no maximo as suas qualidades e capacidades ( facilidade de introduzir a sua tecnica nos movimentos rapidos da equipe ), aliada a uma troca de posicionamento constante que confunde sempre os adversarios.

É uma equipe que tem jogadores muito influentes nas manobras ofensivas e tem como referência no ataque “Sonito” que é sem sombra de duvidas o atacante mais possante do Moçambola, com uma estampa fisica que dá sempre muito trabalho as defesas adversarias (forte jogo aéreo) e responde muito bem quando o jogo vem dos alas.
O tempo de convivencia destes jogadores facilita muito as acções da equipa quando tem a bola e ataca sempre com muitos homens transformando o 4-4-2 inicial em 3-4-3.
Nos jogos mais complicados faz os seus movimentos em 4-4-1-1, sendo Libery, mais residente na zona central e Telinho vindo da ala direita/esquerda a flectir sempre para o interior, a permutar na posição de apoio ao Sonito pelo corredor central.

Em suma, é um conjunto perigoso quando ataca apesar de ter um ponto fraco na defesa, quando pressionada e obrigada a defender-se em zonas baixas, por ter jogadores novos no sector que ainda estão no processo de integração, mesmo tendo o internacional Chico no banco de suplentes , que ultimamente não tem feito parte das escolhas de Dario Monteiro

A União Desportiva de Songo, do tecnico Artur Semedo tem se apresentado num Sistema 4-4-1-1. Tem a defesa mais experiente do Moçambola, com o internacional Mano regressado do Egipto onde jogou nos ultimos 8 anos, forma uma dupla muito estavel com o capitão goleador Mucuapel , que usa a sua estatura fisica e forte jogo aerio. Aqui reside a segredo da equipe que defende bem e ataca melhor ainda quando o capitão Mucuapel vem para a fente com voz de comando expressiva, fazendo a equipa progredir bem.

Tem um meio campo jovem composto por jogadores como Tchitcho, Banda e Tony, capazes de desenvolver varios movimentos taticos num jogo, tendo Luís Miquissone funções de manter o meio campo em ligação permanente com o ataque. É o tal jogador que esta na moda no Moçambola e em condições normais, dum momento para outro, tira uma cartola para o jogo e alimenta o Zâmbiano Kambala ou Jerry que tem sido as unidades mais usadas na frente.

Artur Semedo usa muito jogadores com caracteristicas ofensivas para dar elasticidade ao seu jogo com um futebol sempre em oposição ao que os seus adversarios praticam e variações para movimentos de passes curtos com bola no pé. Tem muita segurança nas transições entre sectores, com defesas laterais muito interventivos quando sobem no apoio ao alas. Tem estatuto de verdadeiro candidato.

Os goleadores Miquissone e Nelito

golo

O jovem atacante revelação da epoca 2015 Luís Miquissone da União despostiva de Songo e Nelito do Ferroviario da Beira são as actuais referências na lista dos melhores marcadores.
A Liga desportiva de Maputo e a União Desportiva de Songo são duas equipes com estruturas tacticas muito semelhantes, apostam e jogam sempre num Sistema 4-4-2 clássico sujeito a variações em função das situações do jogo.
Têm os ataques mais produtivos da prova e as defesas menos batidas enquanto que o regressado Chingale de Tete tem a defesa mais batidada e ja mudou de treinador duas vezes nesta primeira volta.

Luis Miquissone apesar de ser um jogador de estatura muito baixa, tem muita intimidade com a bola. Consegue usar a sua capacidade tecnica (muito acima da media) e a grande mobildade que tem, para compensar o defice na estatura.
Aparece com muita facilidade na zona de rigor a decidir lances por força dos desequilibrios que cria quando se movimenta no sentido vertical. Por isso, assina a maior parte das jogadas ofensivas da sua equipe. Aparece na esquerda/direita , no corredor central e em posições mais adiantadas sempre em progressão ofensiva, espalhando confiança e segurança nos criterios destribuiçao da bola. Faz muito o exercicio de recuperação quando perde a bola, fazendo o uso da sua velocidade para uma ganhar posiçao defensiva.

Nelito, jogador de estatura media, rapido e com faro de golo, ganhou mais espaço no ataque do Ferroviario da Beira com a saida de Mario Sinamunda para Liga Desportiva De Maputo e tem conseguido assumir-se como o matador da equipa.
Usa muito bem os dois pés e remata muito facil sem precisar de preparer. É sempre uma ameaça para os defesas adversarios porque cria sempre perigo quando usa a sua rapidez.