ENZO SCIFO

01 de Janeiro de 2005

Filho de emigrantes italianos, Scifo, foi, futebolisticamente, um produto de diferentes escolas, que se por um lado, moldaram o seu estilo técnico e virtuoso, por outro impediram-no de adquirir um maior carácter competitivo e consistência exibicional. O seu talento foi detectado muito cedo, quando ingressou no Andrlecht como jovem teenager vindo do modesto La Louvière.

Em 84, adquiriu nacionalidade belga e com 18 anos jogou pela Bélgica no Euro-84. Todos o viram como o novo príncipe do futebol europeu. Parecia ter olhos nos pés, jogava com a precisão de um relógio suíço, driblava com a malícia dos latinos e ocupava os espaços com o frio sentido táctico anglosaxónico. Um estilo que o levou a assinar pelo Inter, com 21 anos, mas no Calcio, o seu talento esfumou-se. Mais tarde, Trapatonni, seu treinador na época, diria que tinha cometido o erro de o contratar demasiado cedo. A partir desse falhanço a sua imagem turvou-se e a sua carreira conheceu altos e baixos, embora revelando sempre enorme talento, que o levou a estar presente em 4 Mundiais:, 86, 90, 94 e 98.

Passou depois pelo Auxerre, Bordeaux, Torino e Mónaco, acabando por pendurar as botas no seu Anderlecht, com apenas 34 anos, numa altura em que o seu joelho, martirizado com uma artrose que lhe provocou sempre graves problemas ao longo da careira lhe ordenou que parasse. Fez xx jogos e marcou xx golos pela selecção belga. No Anderlecht, realizou, em dois períodos distintos, como jovem promessa a veterano, xx jogos e apontou xx golos.

CARREIRA

ENZO SCIFO

CLUBES ONDE JOGOU:

  • Anderletch, 1983 a 1987.
  • Inter de Mião, 1987/88.
  • Girondins Bordeaux, 1988/89.
  • Auxerre, 1989/91.
  • Torino, 1991/94.
  • Mónaco, 1994 a 1997.
  • Anderletch, 1997/2000.
  • Charleroi, 2000/02.

TITULOS

  • 4 vezes Campeão da Bélgica com o Anderletch (1984/85, 85/86, 86/87 e 97/98).
  • 1 vez Campeão de França com o Mónaco, (1996/97).
  • 1 Copa Italia (Torino, 1991).