HUGO GATTI

16 de Junho de 2005

Hugo Orlando Gatti, "Loco" Gatti, nasceu em 19 de agosto de 1944. A sua carreira futbolística começou aos 16 anos, en 1960, quando viu en "el arco" Amadeo Carrizo, o seu futuro modelo. Poucos meses depois, estreava-se no Atlanta, na sexta división. A estreia na primeira división, ocurreu em 5 de agosto de 1962 en La Plata, frente a Gimnasia y Esgrima.

CAREIRA/JOGOS

  • Club Atlanta (38 jogos na primera división)
  • Club Atletico Ríver Plate (90 jogos)
  • Gimnasia y Esgrima de La Plata (224),
  • Unión de Santa Fe (45)
  • Boca Júniors (onde até se retirar fez 832 jogos).
  • Actuou na selecção argentina 18 vezes.

TITULOS

  • Boca Juniores: 1976 e 1981,
  • Campeonato Metropolitano; 1976,
  • Campeonato Nacional; 1977 e 1978,
  • Campeonato de América; Taça Intercontinental 1978.
  • El "Loco" Gatti defendeu pela última vez a baliza do Boca Júniors a 11 de septembro de 1988. No passado, ficavam 26 anos na primeira divisão.

É recordado como um loco das balizas, o primeiro guarda redes líbero do futebol mundial, mas ele gosta mais de ser recordado como o fantasista que logrou a proeza de alegrar o posto mais triste do futebol. Começou por se destacar no River Plate e no Gimnasia y Esgrima, mas a todos sempre confidenciou que o seu sonho era jogar no Boca. Ficou famoso por jogar sempre muito adiantado, antecipando-se aos avançados no limite da área, como um líbero.

HUGO GATTIEra uma personagem carismática, que não parava nunca de incentivar os seus colegas e que viveu o futebol como uma festa, sem dramatismos. Uma vez, quando ainda jogava no Gimnasia foi jogar contra o Boca, na Bombonera. Conta-se então que, quando foi buscar uma bola que saíra para junto da bancada onde estava a hinchada mais fanática do Boca, levantou a camisola, no momento em que todos o começavam a assobiar, e por debaixo do equipamento principal, mostrou a camisola dos seus amores: a azul e ouro do Boca.

Em 1975, quando já era um génio das redes, ingressou, por fim, no seu Boca Juniores, pelo qual fez 381 jogos, entre 1976 e 1984. Foi o mais controverso e famoso guarda redes do futebol argentino, mas nunca jogou num Mundial. Defendeu 28 penaltys, record na história do clube, sendo o mais famoso aquele que parou, em 1977, contra o Nacional Montevideo, conquistando a primeira Copa Libertadores da história do clube. O ultimo titulo que ganhou pelo Boca, foi o campeonato de 1981, com Maradona. Jogou sempre com uma fita na cabeça e manteve-se ao mais alto nível até aos 43 anos.