Há Um Novo Estoril

13 de Março de 2017

Pedro Emanuel estreou-se no banco do Estoril e, em poucos dias, mexeu com a estrutura da equipa. Surgiu em Guimarães num 4x4x2 que marcou a ruptura com o passado e nessa nova dinâmica posicional ofensiva, onde Carlinhos apareceu muito bem (atenção a este jogador!) na combinação com Kléber, surpreendeu o Vitória. Percebe-se, no entanto, que onde terá de trabalhar mais tacticamente é na ordem defensiva, onde a equipa passa mais tempo e falha coberturas.

Pedro Emanuel começa, porém, a pensar sempre o jogo imaginando a equipa com bola (por isso Matheus Oliveira como membro do duplo-pivot melhorando o inicio de construção) e a defesa jogar tão subida no limite de fazer o fora-de-jogo. É um projeto de jogo tão aliciante como arriscado para uma equipa a lutar pela permanência, mas é das ideias que fazem ter mais vontade de ver a equipa jogar. O objectivo será conseguir, nesta fórmula, mantê-la equilibrada. Sobretudo, sem bola.