TÁCTICAS

17 de Janeiro de 2003

TÁCTICAS

Chamaram-lhe a última oportunidade de Venables para provar a sua capacidade como técnico na Premiere League. Seis anos depois de abandonar a selecção inglesa, falhada a aventura australiana e com os conturbados dias no Tottenham, entre a glória e acusações, perdidos nos inicio do anos 90, entrou em Ellen Road com a missão de substituir O`Leary. Cinco meses depois, todos os olhos da Velha Albion, continuam postos nele. Quando o Leeds escorregou na classificação e foi eliminado da Taça UEFA pelo Málaga, muitos logo anunciaram a sua queda.

Aos 59 anos, o seu instinto de sobrevivência continua intacto e aos poucos Venables volta a respirar. Actual 12º classificado, o seu Leeds vive, no entanto, uma fase complicada, afundado em dividas que levaram á venda das estrelas Ferdinand e Robbie Keane. Em termos tácticos, o onze alterna entre o 4x3x2x1 e o 4x4x2. Em ambos os sistemas, o papel de maior relevo é desempenhado pela médios-ofensivos Alan Smith e Harry Kewell, este muitas vezes transformado em falso avançado. Falta, no entanto, um grande ponta-de-lança para os acompanhar no ataque, pois Viduka, muito pesado, revela pouca mobilidade, e Fowler já está na curva descendente da carreira. Na defesa, sem o chefe Ferdinand, o internacional Danny Mills, antigo lateral direito, passou para o centro, fazendo dupla com Woodgate ou Ian Harte. Revelando pouca firmeza com a bola nos pés, o sector carece, porém, de uma voz de comando.

A meio campo, após as saídas de Keane, Batty, Dacourt e Lee Bowyer, moram os combativos, Bakke, Okon, Wilcox e Matteo, mas a grande esperança reside hoje num litle boy chamado por Venables á primeira equipa com apenas 16 anos: Milner. No meio da tormenta deste inicio de época, ele foi a fórmula mágica que devolveu a ilusão a todo o grupo. Para além dos bonitos golos apontados, Milner possui a irreverência criativa dos jovens talentos. Domina a bola com leveza, sorri quando ela está longe e nunca treme com ela nos pés. Em suma, tal como Venables, respira futebol!